Casa Cor PR – “Library Lounge”

A intenção do ambiente era fazer o “homem” caminhar sobre o livro, dentro dele; brincado com as sombras de acrílico iluminadas com leds. Assim, mostrando que a arte não existe sem ele.

A idéia de instigar as pessoas nos levou a opção de Carlos Drummond de Andrade, que chegou a ser expulso da escola, em 1920, por “insubordinação mental”.

Em homenagem a ele invertemos o texto que só pode ser lido no reflexo do espelho.

E as cores preto, branco e cinza foram uma conseqüência de tudo isso: arte gráfica da literatura, início do cinema e a cor da introspecção, do “eu” desconhecido.

Projeto: Ana Cris Willerding

Fotos: Daniel Sorrentino

Anúncios